Marketing Multinível Digital

Balneário Camboriú inicia maior obra de preenchimento de praia da América Latina

Balneário Camboriú- SC 18/3/2021 – “Esta é uma obra desejada há décadas e vem num momento de reestruturação em que a cidade se prepara para quando vier a retomada da economia”

Tubos para a megaobra de recuperação da Praia Central começam a chegar

As primeiras carretas com os tubos que serão utilizados na megaobra de recuperação da Praia Central de Balneário Camboriú começaram a chegar esta semana. Elas estão sendo descarregadas no canteiro de obras que fica no Pontal Norte, em área da praia com mais de 8 mil metros quadrados, contígua ao molhe.

Cada carreta traz 4 tubos de 12 metros cada, com diâmetro de 1,2 metros e peso de 4 toneladas por tubo. Chegarão à cidade cerca de 100 carretas e bitrens trazendo os 333 tubos que serão utilizados e outros equipamentos.

“Esta é uma obra desejada há décadas e vem num momento de reestruturação em que a cidade se prepara para quando vier a retomada da economia. É uma obra de proteção ambiental que vai permitir, além da proteção da orla contra o avanço das marés, a criação de espaços privilegiados para os moradores e os visitantes. Espaços ao ar livre para esporte, lazer, uma nova ciclovia, paisagismo diferenciado, enfim, equipamentos que, no projeto de reurbanização que está sendo feito, vão transformar e renovar a Praia Central, o principal cartão-postal de Balneário Camboriú”, considera o prefeito Fabrício Oliveira.

A obra

Esta é uma das maiores obras de preenchimento de praia já feitas na América Latina e tudo nela será superlativo. Os enormes tubos serão soldados de dois em dois e depois estendidos ao longo da praia pelas máquinas da empresa que executa esta parte do serviço. Depois, esses conjuntos de tubos serão soldados formando uma única tubulação de 1,5 Km que será empurrada para o mar, na altura da Ilha das Cabras. Uma das pontas da tubulação será puxada por um rebocador até depois da Ilha, formando assim o duto principal subaquático que vai trazer a areia nova da draga até a praia. Toda esta operação deve durar cerca de três meses.

LEIA TAMBÉM:  Novas regras de privacidade de WhatsApp geram polêmica em grupos de condomínios

Uma vez vencida esta etapa, e feitos todos os preparativos, a draga Gerardus Mecatur, a maior draga em operação na América Latina no momento, chegará à jazida de areia que fica há 15 km da costa e começará o processo de preenchimento da praia. Esta draga tem capacidade de 18 mil metros cúbicos de areia em sua cisterna, mas nesta obra de Balneário Camboriú, cada viagem trará 10 mil metros cúbicos. A redução no volume de areia por viagem se faz necessária pela pouca profundidade da enseada. A draga trabalhará 24 horas por dia. O tempo entre uma descarga e outra da draga é calculado pelos engenheiros da obra em seis horas.

Na praia, homens e máquinas farão o trabalho de espalhar a areia nova, que, no primeiro momento será escura, mas à medida que vai secando ficará branca. O preenchimento começa quase em frente à altura da Ilha das Cabras e será procedido em direção à Barra Sul, em trechos de 500 metros. Quando completar esse lado, toda a tubulação utilizada na praia será removida e começará o preenchimento do centro da praia em direção ao Pontal Norte. A estimativa de tempo para que o preenchimento que recupera a Praia Central fique pronto depois do início do trabalho da draga é de 90 dias.

“É uma obra grandiosa, mas que terá um andamento rápido, cerca de seis a sete meses. Vamos precisar da compreensão e do apoio das pessoas porque algum transtorno sempre causa. Mas o resultado, estejam certos, será compensador, principalmente depois da reurbanização, passo seguinte a esta obra”, concluiu o prefeito Fabrício Oliveira.

Dados da Recuperação da faixa de areia da Praia Central

LEIA TAMBÉM:  Empresários esclarecidos buscam se aprofundar nos principais tópicos do movimento ESG

Objetivo é devolver à orla as mesmas condições que tinha no passado.

Volume de areia estimado: 2,155 milhões de metros cúbicos. 

Média de metragem de largura da praia: 70 metros, atualmente tem 25m.

Tamanho da Praia Central: 5,8 km.

Areia a ser utilizada: jazida a 15 km da costa.

Prazo previsto da obra: de seis a sete meses.

Recurso: R$ 62,8 milhões garantido através de empréstimo do Banco do Brasil.

Obra de proteção estrutural da orla vem sendo debatida desde os anos 1990.

Plebiscito foi feito em 2001, acompanhado pelo TRE/SC, apontou que 71% dos que se manifestaram foram favoráveis à obra.

Depois da concessão da LAP em 2018, estudos foram contratados em cumprimento das 42 condicionantes.

Em 15/12/2020 foi autorizada a Licença Ambiental de Instalação (LAI) da recuperação da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú.

No dia 18/12/2020 foi assinado o contrato com o Consórcio DTA / Jan De Null, vencedor do certame.

A obra vai ser feita em trechos de 500 metros por etapa.

Website: http://www.bc.sc.gov.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.